Exercício Físico & Demência de Alzheimer

Um estudo demonstrou que caminhar no exterior ou em passadeira durante 30 minutos por dia, quatro dias por semana, durante um período 12 semanas melhorou os resultados em provas de memória e eficiência neuronal em pessoas idosas com Deficit Cognitivo Ligeiro (MCI).

O resultado da investigação sugere que o exercício físico pode proteger ou retardar a conversão de doentes com MCI para doença de Alzheimer em indivíduos em risco.

 

Smith, J. C., K. A. Nielson, et al. (2013). Semantic Memory Functional MRI and Cognitive Function after Exercise Intervention in Mild Cognitive Impairment. Journal of Alzheimer's Disease 37(1): 197-215.